você precisa ser feliz pra viver, eu não.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Insosso

Como é ruim não poder respirar pelo nariz e consequentemente não sentir o cheiro natural das coisas. Fica tudo tão sem graça, fica tudo tão insosso. Não vale a pena viver sem o nariz.
Sem ele, você até perde seu paladar.(Quem pensa que o paladar é um dom da lingua, está enganado, essa função é do nariz.) Nada mais do que justo! Já que a boca e suas adjacências têm atribuições demais para um indivíduo só cuidar. Repare atentamente caro leitor, é tão ruim viver sem o poder do olfato, que não há ninguém nesse mundo que fique com essa deficiência até a morte. Existem cegos, surdos e mudos. Mas não existe ninguém desprovido de sentir os cheiros. Nada mais do que justo! Pois ninguém aguentaria viver sem o nariz.

Justo, porém, são aqueles que só olham para o próprio nariz. Esses sim, meus caros amigos, sabem o que fazem! Dão exclusiva atenção ao nariz porque têm a consciência da sua importância na vida deles! Nada mais do que justo! Justíssimo.

terça-feira, 15 de julho de 2008

Teoria dos segredos inexistentes

Preste bem atenção, leitor, que eu só vou explicar uma vez! Não te preocupes com os segredos, porque eles simplesmentes não existem. Repare, se alguem te pergunta: " Tens algum segredo?" A resposta naturalmente deve ser 'não', pois mesmo se fosse uma mentira, você não iria contar assim de bandeija. Não seria capaz de mentir para manter um bom segredo?

Pra que responder com uma afirmativa? Para que depois fiquem implorando para você revela-los? Para que você ganhe mais preocupação? Além do mais é tão simples. Olhe, se só você sabe esse segredo e você não quer contar para ninguém, esse 'fato' simplesmente não existe! Pois não há testemunhas para confirmar. Agora caso esse segredo seja compartilhado, tome cuidado, porque essa negação tem que ser compartilhada. Basta apenas um deslize de uma parte, para que outra pessoa saiba... E como estamos todos interligados em uma extensa rede, logo toda rede saberá. Mas se há confiança, não há o que temer. E o segredo não existirá.

Porém se o leitor replicar: ' Têm alguns segredos que não dá para negar!'. Eu terei que acatar o argumento, pois há fatos que mesmo você negando veemente não deixam de existir. Pegue a gravidez, ponha alguns meses e logo ela mesmo revelará o seu segredo. Mas eu questiono, tu, caro leitor! Não foi você que revelou o segredo, ele se revelou sozinho. A culpa pela revelação não foi sua, e sim do próprio fato. É como um vazamento de água. Aquele que conta é o que dá marteladas e fura o cano, não propositalmente mas sabendo do risco. E aquele segredo que se revela é como aquele cano que começa a ficar velho, enferrujado até estourar e vazar tudo.

Se você tem um segredo e quer guarda-lo pelo resto da vida, é bom você não saber de nada. Pois não existe fato algum que você queira saber. Agora se você tem um segredo e deseja conta-lo, você não tem um segredo, propriamente dito, porque segredos foram feitos para serem guardados. Tão bem guardados que é para esconde-los e se esquecer onde é que você escondeu.

Segredos simplesmente não existem.

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Da liberdade que os passarinhos não têm, que a imprensa tenta ter, que a expressão as vezes consegue, mas que os culpados sempre a obtem.

(o titulo já diz tudo.) As palavras que ficariam aqui nesse texto, foram todas presas. Porém algumas foram soltas por falta de indícios e provas. Veja bem, é tudo dentro da lei.
Corrupção

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Linda.

( Para a mais bela, eu dedico essa poesia )

O que seria da rotina, sem a sua companhia?
Sem teus braços ou abraços.
Sem teus risos ou mimos.

Estar ao lado dela, enche-o de alegria.
E a vontade de continuar com ela, aumenta dia a dia.
Talvez seja nessas poucas horas que ele tem um pouco de sossego.
É como se deitasse na grama. Sem receio e sem medo.

Seu lindo sorriso,
e seu olhar
Fazem ele entrar no paraíso,
não querendo mais voltar voltar.

A sua simples beleza,
é inexplicável.
Vale muito mais do que qualquer riquesa.
Ela é única. É incomparável.


Seu cabelos com os mais perfeitos cachos,
que se encacham em mim.
Me prendem e me surpreendem.
Não é por um acaso que nossa história não terá fim.

sábado, 5 de julho de 2008

Aglomeração

Basta apenas três pessoas pararem, apenas três almas se renderem, para uma multidão se formar.

e olha que as vezes nem é tão grande coisa.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Sem criatividade

Agora as idéias não fluem mais em sua cabeça. Antigamente ele tinha que gritar: CHEGA! Para que os tópicos não fossem entrando assim sem permissão. Até que ficaram todos na porta, fazendo fila. Aí um foi desistindo, o outro também... quando chegou o momento onde não tinha mais ninguém! E agora é ele que grita: VOLTA! Mas ninguém o escuta mais...

Já estão longe demais. Talvez batendo em outras portas, pulando janelas ou simplesmente vagando por aí.

terça-feira, 1 de julho de 2008

Em cima da mesa.


Só pra isso aqui não ficar muito cinza.
Não que isso seja um refúgio do mundo, longe disso!

É apenas um biscoitinho e um 'conjunto' de botequim.