você precisa ser feliz pra viver, eu não.

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Poeminha diminuto.

Se tudo no aumentativo fosse bom,
carinho seria carão.

domingo, 8 de junho de 2008

Férias em Penedo

O rapaz bebado anda pela rua.
Caminha contando a verdade nua e crua.
A mentira não lhe causa mais medo.
Desde que ele voltou de Penedo
Lá até que não é um lugar tão mal.
Só é ruim se for pra passar o carnaval.
As pessoas de lá não mentem tanto.
Mas elas também já não tem o mesmo encanto.
Porém tem uma senhora que é meio ficticia,
Ah, como é mentirosa aquela Dona Felícia.
Dizia que não tinha nenhum filho,
até me aparecer com netos e sobrinhos.
Disse que era um milagre,
Mas na verdade ela tinha um caso com o padre.
Ela até que não é feia, até que não é estranha
O que não se duvida é que essa Dona é uma verdadeira piranha
Quando eu estive lá, até em cima de mim, ela deu.
Safada, essa Felícia! Enquietou-se quando o padre percebeu.
Depois de tantas descobertas, parei no bar para beber.
Cachaça, cerveja, conhaque... Até o padre interceder.
Veio me perguntar se eu havia a sua Dona, apalpado.
Irritado, eu disse: "Mas todo padre não é viado?"
E ele respondeu sem meias palavras:
" Tem uns que comem homenzinhos outros que tomam viagra."
Confuso, fui pra rua a pensar
Essa merda de lugar, mal tem um mar!
Mas que droga de cidade, nunca mais passo férias aqui.
Ano que vem vou inovar, passarei uns dias em Parati.

Co-autoria: Felipe Gilard http://permutavel.blogspot.com/

domingo, 1 de junho de 2008

Resquício de ditadura

As autoridades abusam do seu poder.
E os poderosos abusam da sua autoridade.

É o brasil.

'eu te amo'.

Não fique gastando seus '' eu te amo '' por aí. Com o uso constante das expressões, o valor real das palavras vai se perdendo com o passar do tempo .
Ou você vai me dizer que daria seus diamantes pra qualquer um? Imagina se você desse para todo mundo? Ninguém poderia dizer: "Eu tenho um belo diamante!" Ninguém poderia se orgulhar disso. Porque não há exclusividade, e assim, se torna algo banal.

E piores são aqueles que dizem: ' amo muito'!! E por um acaso amor se dá em quantidade? A palavra ''muito'' tem inúmeros sentidos. A quantidade é diversificada pra cada gosto. O seu 'muito' pode ser o meu 'pouco'. Hipócritas e mentirosos! Amam o mundo, mas não amam a si mesmo. E por não terem amor-próprio, não são capazes de amar o próximo. Desse modo, se iludem e vivem num mundo de farsa. Vivem num mundo de amor de conto de fadas.

Infelizes, porém, são aqueles que gritam: " Eu te odeio, eu te repudio". Que jogam a raiva ao próximo. Que deseja a desgraça e o horror. Pois apesar de serem francos e sinceros, recebem tudo em troca. Vivem sem amor. Vivem amargurados e chateados. Eles poderiam somente dar um sorriso, mas preferem chorar pelos cantos...

Quem ama, de fato, não precisa anunciar ao mundo, gritar, ou escrever declarações em paredes. O amor não se consiste em palavras e sim em ações. Então antes de gritar ao mundo seu amor, tome pelo menos uma atitude: Descubra o seu significado.

É nesse momento que você vai descobrir que é bem melhor demonstrar do que apenas falar.